Carta

Surpreendido pela esperança
 
Esta é uma história de esperança. Uma história sobre cristãos fiéis usando seus talentos, energias e fé na construção de um futuro para os cristãos no Iraque. Milhares de famílias cristãs iraquianas já podem ter migrado permanentemente. Mas há cristãos determinados a ficar. Quando trazidos à luz, suas iniciativas esperançosas são como brilhantes surpresas em meio à uma sociedade sombria destruída pela guerra. 
Em um campo de refugiados, o líder cristão Thabet faz a matemática: "Um terço dos cristãos da minha cidade deixou o país. Isso significa que dois terços ainda estão aqui, que é a maioria. Muitos deles estão dispostos a permanecer no Iraque, mas precisam de esperança suficiente. É aí que eu entro. Meu trabalho como líder é inspirar e mobilizar pessoas, para ajudá-las a reconstruir a confiança em seus vizinhos e posição na sociedade."
Em toda a comunidade cristã deslocada no Curdistão iraquiano, há pessoas tomando iniciativas para restaurar a esperança dos cristãos. O líder Thabet é um deles. Ele ocupa o cargo em um contêiner no meio do campo de Karamles - um projeto de habitação temporária em Erbil, onde centenas de famílias da cidade cristã Karamles estão vivendo depois de fugir em 2014.
Como seu líder, ele faz tudo o que pode para apoiá-las. Todos os dias, ele anda ao redor do acampamento conversando com as pessoas, mas ele também gasta tempo no Facebook: "Eu vou onde as pessoas estão. Muitos deles estão on-line e me fazem perguntas. Quando eu posso, tento ajudá-las e incentivá-las".
Thabet não é o único determinado a restaurar a esperança dos cristãos. Há mais. A poucos quarteirões de distância, encontramos o homem de negócios cristão, Emad, com alguns de seus amigos. Dias após o movimento forçado de milhares de cristãos iraquianos da planície de Nínive para Erbil, ele iniciou o movimento de Jovens Mensageiros - uma iniciativa voluntária inicialmente destinada a fornecer ajuda emergencial aos cristãos deslocados e dar-lhes voz. Através dos parceiros e líderes locais da Portas Abertas, os Jovens Mensageiros são apoiados com treinamentos, capacitação e logística.
Agora, dois anos depois, o movimento ampliou seu alcance. "A maioria dos cristãos aqui perdeu a esperança", diz Emad. "É uma minoria que ainda tem a esperança de que eles possam viver como cristãos, como homens livres neste país um dia. Não será fácil, mas é possível. Eu acredito firmemente nos cristãos como um povo vivo. Não vamos morrer, não vamos desaparecer ", proclama.
O líder está animado para o dia em que Karamles será liberada do Estado Islâmico. Ele aguarda com expectativa o dia em que ele e seu povo poderão voltar para suas casas e está determinado a manter a esperança viva até lá. Quando perguntado sobre seu sonho, seu objetivo em tudo isso, ele começa a sorrir: “A primeira coisa que vamos fazer é reunir todos os cristãos e ter um culto na igreja. Vamos adorar fora em Barbara Hill, próxima a nossa cidade. Teremos uma Ceia ao ar livre. Todos verão que esta é a Igreja, este é o corpo de Cristo e esta é a terra cristã. Esse é o meu sonho: dar um testemunho ao mundo".
Thabet acredita que os cristãos só terão futuro no Iraque se a comunidade internacional também assumir a responsabilidade por eles. "Precisaremos de apoio e proteção internacional. Essa é a única maneira de garantir nosso futuro como cristãos neste país”, finaliza.